Bolsonaro defende entrega de Terra Indígena Raposa Serra do Sol para mineradoras e latifundiários

2018-07-22t172428z_1998330625_rc116ee76190_rtrmadp_3_brazil-politics-e1532384851989

O golpista Jair Bolsonaro pretende rever as demarcações de terras indígenas. O presidente eleito após gigantesca fraude eleitoral,  afirmou nesta segunda-feira (17) que a área Raposa Serra do Sol em Roraima pode ser “explorada de forma racional”, o que é ilegal.

Bolsonaro falou na saída de um evento que participou em Duque de Caxias na Baixada Fluminense no Rio de Janeiro. O golpista participou da inauguração terceiro colégio da Policia Militar.  Na saída falou aos jornalistas sobre a Reserva: É a área mais rica do mundo. Você tem como explorar de forma racional. É no lado do índio, dando royalty e integrando o índio à sociedade”.

A reserva que tem quase 1,7 milhões de hectares foi homologada em 2005 pelo então presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Em 2008 o Supremo Tribunal Federal (STF) reconheceu a validação da demarcação e determinou a saída imediata dos latifundiários e grileiros que lá permaneciam. Mais uma vez provocado, em 2013 o STF voltou a confirmar a validação da demarcação.

O possível governo Bolsonaro, conforme a própria imprensa golpista notícia prepara um decreto para ré as demarcações em especial a da reserva Raposa Terra do Sol. Evidentemente que trata-se de dar aos latifundiários as terras indígenas, o que acontecera sob violência contra os indígenas que serão roubados e jogados na rua sem nenhum compensação.

A fala de Bolsonaro é as medidas que prepara mostram que esse governo caso venha assumir será um governo dos latifundiários, dos ricos e poderosos que usará o poder do Estado para oprimir ainda mais povo e beneficiar a burguesia, os banqueiros e os latifundiários.