Humilhação histórica
Nem mesmo outros países imperialistas ou governos fascistas/fantoches dos EUA votaram a favor do bloqueio; apenas EUA, Israel e Brasil
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
(Washington, DC - EUA 19/03/2019) Presidente da República Jair Bolsonaro assina o livro de visitas da White House. Foto: Alan Santos/PR
Bolsonaro demonstra novamente que é um funcionário de Trump. Foto: Foto: Alan Santos/PR |

Da redação – Pela primeira vez na história o Brasil votou a favor do bloqueio dos EUA contra Cuba, em votação nas Nações Unidas ocorrida nesta quinta-feira (07). Foram, no total, 187 votos contra a continuidade do bloqueio, duas abstenções (Colômbia e Ucrânia) e três a favor do bloqueio (os próprios EUA, Israel – uma criação do imperialismo – e Brasil).

O embaixador brasileiro na ONU, Mauro Vieira, seguiu determinação do ministro das Relações Exteriores, o nazista Ernesto Araújo, e realizou a votação. O governo Bolsonaro já havia sinalizado que votaria junto com os Estados Unidos.

Trata-se de uma das maiores demonstrações de submissão ao imperialismo que o Brasil já fez em toda a sua história, não apenas no governo ilegítimo de Bolsonaro. Isso porque, desde 1992 – quando o assunto começou a ser votado -, o Brasil sempre votou contra a continuidade do bloqueio. Até mesmo os outros países imperialistas e governos de tendência fascista e/ou entreguista (Polônia, Hungria, Itália, Honduras, Arábia Saudita etc.) votaram contra o bloqueio.

Os países que abstiveram-se, a Colômbia é uma semi-colônia dos EUA, com um presidente fascista (Iván Duque), e a Ucrânia é um regime dominado por políticos nazistas. Mesmo assim, tiveram uma posição mais à esquerda e soberana que o Brasil.

Países que pouca gente conhece, como as ilhas da Oceania (Palau, Tonga, Tuvalu, Papua Nova Guiné), também demonstraram ter mais soberania e dignidade que o governo Bolsonaro.

Bolsonaro está apenas prestando seus serviços aos EUA, a quem ele serve como um capacho que Donald Trump usa para limpar seus pés imundos de sangue dos povos oprimidos.

Esse é um dos motivos pelos quais Bolsonaro foi colocado no poder: arrebentar com qualquer tipo de soberania que o Brasil tem. Mais uma razão para os trabalhadores brasileiros derrubarem esse governo preposto do imperialismo, um governo que age contra o Brasil e os nossos povos irmãos, como o cubano. Fora Bolsonaro, marionete do imperialismo!

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas