Golpistas unidos
Buscando aproximar o MDB, Bolsonaro cogita demitir Ernesto Araujo e nomear o golpista Temer.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
161172426a8dbc3e6f7db
Os principais nomes do golpe, juntos. | Veja

Michel Temer, o primeiro presidente do Golpe de Estado, está sendo sondado tanto por setores ligado à João Dória, quanto pelo próprio Jair Bolsonaro, com o intuito de centrar forças junto ao MDB, um dos principais partidos do chamado “centrão”.

O golpista recentemente se reuniu com João Dória em São Paulo, e agora foi procurado pelo fascista Jair Bolsonaro, para um encontro nos próximos dias.

Em matéria na revista Veja, a situação entre os dois golpistas é vista como “central para emplacar uma estratégia de ampliar seu leque [de Bolsonaro] de apoio político e pavimento o caminho para a reeleição, 2022”.

Na mesma matéria é apurado que Temer foi sondado para ocupar o Itamaraty, retirando Ernesto Araújo, uma das figuras com maior foco de instabilidade dentro do Executivo.

Temer ainda seria responsável por ligar o governo diretamente a Joe Biden, novo presidente dos EUA. Ainda cogita-se dar a Temer uma embaixada em Portugal ou nos EUA, tudo dependerá da negociação entre os golpistas.

 

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas