Bolsonaro chama reunião de emergência para defender golpe na Venezuela

bolsoguaidog

Devido aos recentes acontecimentos na Venezuela, Jair Bolsonaro convocou o vice-presidente Hamilton Mourão, os ministros Augusto Heleno, Ernesto Araújo e Fernando Azevedo para uma reunião em caráter emergencial, às 12h30 nesta terça-feira, para discutir a situação no país vizinho.

Uma vez que o governo brasileiro apoia a oposição golpista na venezuela, e reconheceu Juan Guaidó como presidente interino do país, a reunião servirá unicamente para declarar o apoio de Bolsonaro a mais essa tentativa de golpe imperialista.

Coincidentemente o filho do presidente, o deputado Eduardo Bolsonaro, está em Roraima desde ontem (29), realizando uma suposta Comissão Externa para averiguar as consequências do que ele chamou de “crise migratória da narcoditadura de Maduro”. Mais uma vez os golpistas estão espalhando mentiras para justificar o golpe imperialista na Venezuela.