Em reunião ministerial
Bolsonaro xingou governadores e prefeito de Manaus em reunião ministerial, evidenciando a crise entre os fascistas
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Bolsonaro-Witzel-1 (1)
Bolsonaro e Witizel há alguns meses. |

Na reunião ministerial de 22 de abril, em vídeo publicado agora à pouco pelo STF, Bolsonaro chama o prefeito de Manaus Arthur Virgílio e o governador de São Paulo, João Doria, de “aqueles bostas”, e o governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, de “estrume”.

Em uma fala um tanto quanto histérica, o presidente fascista mostrou o nível da crise com outros setores igualmente fascistas.

 

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas