Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
bolsonaro
|

Da redação – O candidato à Presidência da República da extrema-direita fascista, Jair Bolsonaro (PSL), afirmou nessa quinta-feira (23), que se eleito, ele deixará de repassar dinheiro da União para movimentos e organizações de direitos humanos, reiterando que são “um desserviço ao nosso Brasil”.

Essa declaração foi feita em Araçatuba (SP), cidade onde Bolsonaro fez campanha e deu algumas amostras de sua política fascista, defendendo que “essa bandidagem vai morrer porque não enviaremos recursos da União para eles”.

Embora não seja o candidato preferencial do bloco golpista mais alinhado ao imperialismo – como a Rede Globo –, é preciso que todas as organizações dos trabalhadores não apenas denunciem, como também combatam o movimento fascista que cresce em torno da figura de Bolsonaro. A luta deve ser nas ruas, com a organização e defesa dos interesses políticos dos trabalhadores contra o golpe de Estado.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas