Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
pescador artesanal
|

O presidente ilegítimo Jair Bolsonaro anunciou em sua ‘live’ no Facebook no dia 18 de abril que os pescadores que dependem do Seguro-Defeso ou Bolsa-Pescador vão ter que se apresentar para recadastramento.

Em sua fala, o presidente ilegítimo anuncia que há uma boa parte de pescadores artesanais que se beneficiam dessa política publica de maneira irregular. Segundo Bolsonaro há uma “festa no seguro-defeso” e afirma que 65% dos beneficiários são fraudes.

A medida de “combate às fraudes” do governo de extrema-direita em programas sociais, na verdade, é uma maneira de acabar com o programa e dar o dinheiro para os banqueiros e grandes capitalistas. Por exemplo, como tentam fazer com os recursos do Bolsa Família.

Ainda ameaça os beneficiários dizendo que as famílias que desistirem do Bolsa-defeso, não serão condenados por fraude no recadastramento que será realizado em maio. É claro que os pescadores não possuem como provar que são pescadores, trabalham na pesca artesanal ou são catadores de caranguejo. Ou seja, os bolsonaristas vão acusar quem quiser e acabar com o programa.

O bolsa-defeso é importantíssimo para as famílias de pescadores artesanais, pois recebem um salário mínimo no período em que ocorre o período reprodutivo (chamado de defeso) de espécies de peixes, camarões e caranguejos. Esse período gira em torno de quatro meses por ano e garante o sustento das famílias e na viabilidade da população das espécies exploradas pela pesca nos anos seguintes. Certamente o programa garante renda para as famílias e não-extinção de espécies.

São mais de um milhão de famílias de pescadores que recebem o recurso e podem vir a perder o recurso e até ser punido por “suposta fraude” pelos bolsonaristas.

O governo Bolsonaro está atacando todas as conquistas dos trabalhadores. A retirada de mais um direto dos trabalhadores da pesca é uma medida para retirar os recursos da população trabalhadora para os banqueiros e grandes capitalistas e faz parte da política de terra arrasada e entrega de todo patrimônio nacional.

É preciso derrotar o governo Bolsonaro com a unidade de todos os trabalhadores da cidade e do campo nas ruas. Só a retirada do presidente ilegítimo Bolsonaro do governo pode reverter essa situação.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas