Desmatamento e venda ilegal
O presidente golpista, Jair Bolsonaro, promete denunciar os países que criticam desmatamento no Brasil mas que compram madeira extraída ilegalmente
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Bolsonaro
Jair Bolsonaro, presidente ilegítimo | Reprodução

Nesta terça-feira (17), durante reunião do BRICS (grupo dos países de mercado emergente que reúne os cinco maiores: Brasil, Rússia, Índia, China, África do Sul), o presidente ilegítimo, Jair Bolsonaro, ameaçou divulgar uma lista de países que compraram madeiras extraídas ilegalmente das florestas do Brasil. A motivação do presidente fascista em denunciar estes países são as críticas que os mesmos fazem sobre a destruição da mata brasileira.

É importante destacar que o governo golpista de Bolsonaro foi o principal responsável pela facilitação na exportação de madeira extraída ilegalmente, o presidente do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA), Eduardo Fortunato Bim, atendendo aos interesses de madeireiros do Pará, que alegavam dificuldades na certificação e queda nas vendas, acabou com os mecanismos de fiscalização.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas