Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Bolsonaro
|

Nessa quinta-feira (25), o presidente ilegítimo Jair Bolsonaro concedeu entrevista coletiva durante o café da manhã com jornalistas. Em meio a uma série de absurdos ditos durante a entrevista, Bolsonaro declarou: “Quem quiser vir aqui fazer sexo com uma mulher, fique à vontade. Agora, não pode ficar conhecido como paraíso do mundo gay aqui dentro”.

Supostamente, a declaração de Bolsonaro seria apenas um ataque à população LGBT, que está tendo seus direitos democráticos cada vez mais diminuídos no governo Bolsonaro. No entanto, ela revela muito mais: que Bolsonaro quer transformar o Brasil em um bordel dos norte-americanos, bem ao estilo do que acontecia em Cuba antes da Revolução de 1959.

Que Bolsonaro está disposto a agir como uma prostituta dos Estados Unidos, isso já estava claro antes mesmo da eleição-fraude de 2018. No entanto, dar uma licença para que os capitalistas façam o que quiser com os brasileiros, isto é, para que “fiquem à vontade”, é uma declaração de guerra à população.

A essa tentativa de transformar o Brasil em um bordel norte-americano, o movimento operário deve combater energicamente. É preciso organizar uma ampla mobilização revolucionária, que seja capaz de derrubar o regime político golpista e expulsar os sanguessugas que vieram para saquear o país. Fora Bolsonaro e todos os golpistas!

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas