A continuidade do golpe
Governo interino tenta adiar o pleito e reprime as manifestações sob a justificativa de respeitar o isolamento social
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
image_processing20200519-30496-bdma54
Bloqueios de vias para exigir a realização de eleições gerais -Foto: STR / AFP |

Da Redação– Organizações populares Bolivanas organizaram protestos na segunda-feira (18) nas cidades de Cochabamba e El Alto. Os manifestantes exigem do governo interino golpista da Bolívia  a convocação de  eleições gerais e ofereça condições de segurança para que os trabalhadores possam voltar a trabalhar com segurança em meio à pandemia do Coronavirus.  Em Kara Kara, bairro operário de  Cochabamba, os manifestantes bloquearam o acesso ao aterro sanitário da região e em  El Alto, bloquearam uma das principais rodovias da região, que conecta a cidade ao município de Copacabana.

As eleições gerais no país estavam previstas para 3 de maio, mas foram suspensas pelo Tribunal Superior Eleitoral em março, após presidente autoproclamada declarar quarentena no país devido ao novo coronavírus que já matou 174 pessoas no país. Os protestos organizados  reprimidos pela polícia com gases lacrimogêneos e balas de borracha.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Relacionadas