Camacho
Em entrevista à Revista Época, Luis Fernando Camacho, principal liderança do golpe fascista contra Evo Morales, confirmou a participação do Brasil no golpe.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
luis-fernando-camacho-lider-civil-de-santa-cruz-de-la-sierra-e-principal-figura-da-oposicao-durante-manifestacao-apos-renuncia-de-evo-morales-em-la-paz-1573426708721_v2_1920x1317
Luis Fernando Camacho, representante da extrema-direita. Foto: Reuters |

Da redação – Em entrevista à Revista Época, Luis Fernando Camacho, principal liderança do golpe fascista contra Evo Morales, confirmou a participação do Brasil no golpe. Disse que esteve com o chanceler brasileiro, Ernesto Araújo, e que havia marcado de se encontrar com Jair Bolsonaro.

Quando perguntado se esteve com Araújo, Camacho respondeu: “sim, sim, sim, claro. Ele tem as informações completas do que se fez, da violação da Constituição por parte de quem estava no governo. Ele sabe tudo o que se passa na Bolívia. Eles têm as informações em primeira mão.”

“E com Bolsonaro?”, questionou o repórter de Época. “Sim, sim, sim, mas quando eu fui houve um cruzamento de viagens, ele não estava”, respondeu o golpista.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas