Ameaça “democrática”!
Biden é o verdadeiro senhor da guerra para levar a “paz” ao mundo!
sullivan (1)
Sullivan com sua mentora política de guerra e "acordos", Hillary Clinton. | Foto: Reprodução
sullivan (1)
Sullivan com sua mentora política de guerra e "acordos", Hillary Clinton. | Foto: Reprodução

A administração de Joe Biden ameaça buscar uma linha “mais firme e eficaz” contra a Rússia. A declaração é do conselheiro de Segurança Nacional da Casa Branca, Jake Sullivan, nesta quinta-feira (4).

A Casa Branca, comandada agora pelo imperialista, Joe Biden (Democatas), voltou a acusar a Rússia de intervir nas eleições norte-americanas,  através de declaração do conselheiro de Segurança Nacional da Casa Branca, Jake Sullivan, nesta quinta-feira (4).

Afirmando que a nova administração dos EUA acredita que impor a Moscou “custos e consequências terá um impacto no comportamento futuro da Rússia”, Sullivan reconheceu, porém, que, de qualquer forma, não conseguiriam fazer com que a Rússia renuncie absolutamente todas as medidas contra as quais Washington se opõe.

“Ao contrário da administração anterior, tomaremos medidas para responsabilizar a Rússia pela gama de atividades maléficas que realizou”, destacou também.

“Isso inclui interferir na democracia da América, inclui o envenenamento de cidadãos em solo europeu com armas químicas, inclui ataques de hackers que você acabou de se referir e muitas outras coisas também”, acrescentou.

Esta afirmação, logo nas primeiras semanas de governo, explicita alguns pontos que o PCO vem denunciando. Em primeiro lugar, demonstra como o governo atual é infinitamente pior do que Donald Trump, por suas próprias palavras e ações. Em segundo, que, ao contrário do que a campanha “democrata” nas eleições quis passar – e toda a esquerda aloprada abraçou -, estes são os “senhores da guerra” e não da paz. 

“Gostaria de reiterar que isso não exclui a capacidade de trabalhar com a Rússia quando isso atender aos nossos interesses. Podemos fazer várias coisas simultaneamente”, disse também.

Este é o tipo de relação entre o senhor e o seu escravo: colocando a arma na cabeça da Rússia, Biden solicita – “gentilmente” – que trabalhem em “parceria”. Assim sendo, a Rússia deve se ajoelhar ao Imperialismo enquanto este invade todos os países que querem, ordenando que ninguém mais o faça.

Democrático, certo?

O acordo entre EUA e Rússia sobre a extensão do Novo START, que entrou em vigor na última quarta-feira (3), vem nesta mesma esteira de controle da produção militar russa. “Em 3 de fevereiro de 2021, o MRE da Rússia e a embaixada dos EUA em Moscou intercambiaram as notas diplomáticas em relação ao cumprimento de proceduras interinas requeridas para entrada em vigor do Tratado e assim estender o Tratado de Redução e Limitação Prolongada de Armas Estratégicas (Novo START) de 8 de abril de 2010. Respectivamente, este tratado entrou em vigor no mesmo dia”, anunciou o ministério em comunicado oficial.

Porém, mesmo com o tal acordo firmado, a Rússia é ameaçada por Washington no suposto envolvimento com o ataque ciber ataque nos Estados Unidos por meio do software da empresa SolarWinds. 

Quanta diferença das táticas dos tais fascistas de Trump!

E vale lembrar que, quem frauda as eleições dentro do próprio país, são os imperialistas. E indo mais além: quem frauda eleições em todos os países onde precisam roubar a economia da região, são os EUA.

Sobre Sullivan, foi junto a Hillary Clinton e o ex-presidente Barack Obama, quando este último estava prestes a fazer um histórico telefonema para o presidente do Irã – uma conversa que daria início à fase pública de negociações nucleares entre dois adversários de longa data – que Jake, um assessor de 30 e poucos anos, aparece como figura pública de “conciliação”. Na Suíça, dias depois, autoridades dos EUA e de cinco outras nações chegaram a um acordo-quadro para limitar o programa nuclear do Irã e como o profundo envolvimento pessoal de Sullivan no processo. Resumindo, o tal “acordo” trouxe as impressões digitais claras de seu mentor político, a ex-secretária de Estado, rainha da guerra, Hillary Clinton. 

O governo Biden está acirrando o cerco contra a Rússia e prometendo retaliações sem prova alguma do que acusa – como sempre.  Biden é o verdadeiro senhor das armas para levar a “paz” ao mundo!

Relacionadas
Send this to a friend