Fora Bolsonaro
Torcidas expressam tendência à mobilização
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Foto: Flickr/Cristiane Matos Licença: CC BY-SA 2.0
Torcida do Atlético-MG | Foto: Flickr/Cristiane Matos Licença: CC BY-SA 2.0

Apesar da propaganda burguesa de descolamento entre o futebol e a realidade, as tocidas organizadas se apresentam como a vanguarda na luta contra o fascismo. Desde o golpe, multiplicam-se as torcidas com a alcunha de antifascista em todos os clubes, dos menores aos maiores.

Como vanguarda, e herdeiras de grande tradição de ligação com a classe operária, as torcidas organizadas vem realizando protestos nas ruas contra o governo ilegítimo de Jair Bolsonaro.

Pioneira nos protestos, a torcida do Corinthians resolveu ir à Avenida Paulista no horário em que estava marcada uma manifestação pró-Bolsonaro. Os adoradores do fascismo, vendo os torcedores com “sangue no olho”, correram.

Em Porto Alegre, recentemente, torcedores da dupla Grenal acabaram com uma “carreata da morte”, nome dado às carreatas feitas em favor da reabertura total.

No Rio de Janeiro, ainda não houve manifestação das torcidas nas ruas, mas membros da Torcida Jovem do Flamengo (TJF) já se posicionaram abertamente pela mobilização popular. Segundo Capitão Léo, membro da TJF, Bolsonaro significa um ataque ao modo de vida dos torcedores. Torcedores do Flamengo e do Vasco se posicionaram amplamente contra o encontro dos presidentes dos respectivos clubes com o fascista Bolsonaro na semana passada.

Torcedores do Bahia protestaram, nas redes sociais, contra o uso da camiseta do Bahia por Bolsonaro durante sua “voltinha” de jet-ski no lago Paranoá.

No Ceará, torcedores do Fortaleza também ocuparam as ruas contra Bolsonaro.

Somando-se a esta revolta generalizada contra o governo fraudulento e fascista, em Belo Horizonte, no último domingo (24), a torcida do Atlético, junto a movimentos sociais, realizou protesto contra Bolsonaro. Locais e outros transeuntes mostraram apoio ao movimento, legitimando, ainda mais, as manifestações e as palavras de ordem contra o governo ilegítimo.

Seguindo a linha estabelecida pelas manifestações anteriores, um dos organizadores salientou que é necessário que povo tome as ruas atualmente ocupadas pelos fascistas.

Os torcedores atleticanos portavam faixas e bandeiras com o símbolo antifascista e os dizeres “BOLSONARO GENOCIDA”. Isto mostra o total descontentamento dos torcedores com a política genocida de Bolsonaro, que tem, como verdadeiro intuito, matar a classe trabalhadora para que a burguesia possa lucrar ainda mais.

A esquerda e a classe trabalhadora devem seguir o exemplo dos torcedores organizados e ir às ruas pela derrubada do governo. Esperar pela burguesia ou pelo congresso trará consequências graves para o povo, é necessário levar o Fora Bolsonaro às ruas!

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas