Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit

Apesar do que aparece (ou não aparece) no monopólio capitalista da imprensa, a situação do Iêmen é de crise profunda. O imperialismo norte-americano, por meio sobretudo da Arábia Saudita, está promovendo um verdadeiro genocídio no país. Praticamente toda infraestrutura foi destruída e os cidadãos vivem diariamente com chuvas de bomba caindo em suas casas, hospitais e assim por diante.

Assim, o pré-candidato do Partido Democrata à presidência nas últimas eleições norte-americanas, o senador Bernie Sanders, fez uma moção em que denuncia o patrocínio do genocídio do estado saudita no Iêmen. O objetivo de Bernie e outros parlamentares é limitar os poderes do presidente da república que está levando adiante esta política no país.

A moção do deputado democrata revela ainda mais a crise do imperialismo norte-americano – o principal estado imperialista do mundo – que não está sendo capaz de manter sua dominação política, o que explica o próprio crescimento de Bernie (à esquerda) e Trump (à direita) durante as eleições.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas