Bernie Sanders denuncia Bolsonaro em universidade americana

sanders

Da redação – Bernie Sanders, pré-candidato a presidência pela ala progressista do Partido Democrata fez duras críticas à ascensão do fascismo nesta terça-feira (9) na Universidade Johns Hopkins.

Sanders criticou duramente a ascensão do movimento fascista mundial e alerta para a necessidade de criação de um movimento global baseado em princípios como “democracia”, “igualdade” e “justiça social”.

Sanders alertou que Donald Trump não é o único sinal de ascensão desse movimento global fascista, lembrando o caso de Jair Bolsonaro no Brasil.

Jair Bolsonaro já afirmou admirar o governo de Donald Trump, elogiou a ditadura militar brasileira e acredita que para poder combater a criminalidade a polícia deveria ser mais violenta com os bandidos.

“Essa é a pessoa que em breve deve liderar o quinto país mais populoso e a nona maior economia do mundo”, declarou o político.

Diante da ameaça mundial de retorno do fascismo, a classe trabalhadora deverá se reunir em torno de sua autodefesa. O fascismo será derrotado nas ruas, a eleição fraudulenta não irá derrubar essa onda conservadora brasileira e mundial.