Coronavírus
A capital mineira, comandada pelo prefeito Alexandre Kalil (PSD), registra pela primeira vez morte de criança menor de 4 anos por coronavírus
alexandre_kalil
Alexandre Kalil, prefeito de Belo Horizonte (MG) | Reprodução
alexandre_kalil
Alexandre Kalil, prefeito de Belo Horizonte (MG) | Reprodução

Belo Horizonte, capital do estado de Minas Gerais, sob comando do prefeito reeleito, Alexandre Kalil, anteriormente pelo PHS e atualmente pelo ainda mais golpista PSD, registrou a mais jovem vítima desde o início da pandemia da COVID-19. Das 91.419 pessoas infectadas pelo coronavírus na cidade minera, resultaram 2.282 mortes. É a primeira morte de criança com menos de 4 anos de idade. A capital mineira tem 72,6% dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) ocupados e mais da metade da enfermaria.

Neste momento, que se registram recordes de mortes diárias em todos os lugares do país, com registro dezenas de mutações do novo coronavírus, com registro oficial subestimado de mais de 260 mil vítimas da política genocida dos golpistas, que os golpistas genocidas buscam reabrir as escolas e todas atividades do país para atender os interesses da burguesia. É preciso organizar uma campanha nacional, que mobilize as amplas massas populares de todo país, contra o genocidio e pelo fim do golpe de estado.

Relacionadas
Send this to a friend