Propaganda BBC
, a repórter Sarah Smith, ao reportar a fala do ex-primeiro ministro Alex Salmond, supostamente inventou elementos importantes de sua fala.

Por: Redação do Diário Causa Operária

A população escocesa ficou furiosa com a BBC (British Broadcast Channel), depois que um de seus funcionários, a repórter Sarah Smith, ao reportar a fala do ex-primeiro ministro Alex Salmond, supostamente inventou elementos importantes de sua fala. A repórter disse que o Salmond se opôs ao líder atual do pais, supostamente dizendo que este deveria ” se resignar do cargo”.

O ex líder do partido nacional da Escócia e primeiro ministro Alex Salmond apareceu perante o parlamento  para uma investigação nesta sexta, perto de um ano depois de responder por assalto sexual. Salmond disse nesta investigação que ele tinha mensagens de texto que poderiam implicar o primeiro ministro Nicola Sturgeon no caso contra ele e o acusou de pressurizar a policia e continuar a investigação. Na descrição dos eventos destes dias, a reporte do BBC, Sarah Smith, disse aos telespectadores que a assistiam que Salmond disse que o atual líder havia “quebrado o código ministerial” e deveria “se resignar”.

No momento em que a reportagem saiu ao ar, varias denuncias surgiram nas redes sociais dando atenção para esta mentira e propaganda da repórter da BBC. Muitos dos comentários clamavam pelas respostas da própria Sarah Smith, que supostamente não haveria se contentado com os fatos, e haveria então, segundo estes comentários, “mentido”.

O que tem que ficar claro é que os maiores mentirosos do mundo são os grandes Monopólios de imprensa, como o BBC, que deliberam por si mesmos o que é ou não é fake news, e que ao mesmo tempo, manipulam as informações, omitindo dados importantes ou ressaltando dados sem importância alguma para criar uma imagem de mundo especifica e propagandista, tudo a reboque da burguesia Imperialista. Este erro da repórter não foi um erro verdadeiro.

Neste caso, a BBC cometeu o tão odiado, tão ressaltado Fake News? A repórter, nas redes sociais, se desculpou pelo “erro”, dizendo que na verdade queria descrever o que o ex-primeiro ministro disse de fato. Claramente, foi acusada de deliberadamente atear fogo neste “drama” intra partidário para enfraquecer o partido nacionalista Escoces, e com isso, a causa de independência escocesa, algo que a BBC como veiculo de propaganda vem fazendo a décadas. A campanha de Fake news que apareceu nestes últimos anos apenas fortaleceu os veículos de propaganda inescrupulosos do imperialismo como o BBC, dando mais “credibilidade” a apenas as maiores e mais bem financiadas empresas de informação mundial.

Agora, a repórter esta sendo “cancelada” na internet, mesmo que na verdade ela não estivesse fazendo nada além de seguir as orientações de seus chefes na BBC, que tinham sim toda a intenção política de desestabilizar as lideranças dos países dominados pelo imperialismo.

Send this to a friend