Siga o DCO nas redes sociais

Instituições racistas
Basta ser negro para mofar na cadeia
Mesmo com provas da inocência, no Brasil os negros são mantidos presos
negro (1)
Instituições racistas
Basta ser negro para mofar na cadeia
Mesmo com provas da inocência, no Brasil os negros são mantidos presos
conversaafiada.com.br
negro (1)
conversaafiada.com.br

Lucas Vital e Silva, 24, está preso desde 31 de julho de 2019, mesmo tendo provas claras de que estava em casa conversando com a namorada pelo WhatsApp, enquanto o roubo pelo qual foi preso estava ocorrendo. Assim, a Justiça de São Paulo, demonstra mais uma vez seu racismo contra a população negra, pois, desde o dia 29 de novembro, foi determinado que o IC (Instituto de Criminalística) fizesse a perícia no celular do jovem, mas até agora nada.

Sobre a “investigação”, a PM foi até a região apontada pela vítima, Clayton Medeiros, 34, encontrando Vital e Silva conversando com um vizinho. Como de praxe, o negro é suspeito, e assim, “compararam” uma tal selfie do assaltante com o rosto de Vital e Silva e o levaram à delegacia do bairro.

Vamos aos fatos “estranhos”. Após a vítima ver as imagens, áudios e mensagens, onde o suposto criminoso se encontrava no bairro do Jabaquara, conversando com a namorada no mesmo horário do roubo, a pelo menos 2,5 quilômetros de distância, alegou: “a voz dele não se parece com a do criminoso. O que parece: Parece que colocaram a foto dele num celular qualquer, pegaram a conversa de um cara qualquer, mostraram para você e disseram que era ele”.

É assim que a polícia criminosa, assassina e racista trabalha, falsificando dados, queimando arquivos e passando por cima de todas as leis, enquanto a justiça “passa o pano” em tudo. E aqui não se trata de um fato isolado, sendo que há inúmeras denúncias das arbitrariedades dessa instituição, e infinitas das outras dentro do golpe de Estado.

É preciso ficar claro que isso é uma política da burguesia de conjunto, uma política da direita golpista, imperialista, levada à cabo no Brasil, nos EUA e que deve ser combatida com organização popular de todos os setores oprimidos.

Após o golpe, as instituições burguesas vem tomando uma política abertamente fascista, higienista, aos moldes nazistas, encarcerando o máximo de pobres, pretos, imigrantes, enquanto livra empresários devedores de impostos, banqueiros ladrões de aposentadorias e políticos traficantes.