Barrar o “Escola com fascismo”! Todos para a Câmara Municipal de São Paulo

escola (1)

Da redação – A Câmara Municipal de São Paulo pautou para esta quinta-feira (20), às 15 horas, a votação do projeto da “Escola Sem Partido”. Os fascistas que estão por trás deste projeto, como Fernando Holiday (DEM), Alexandre Frota (PSL), estão ameaçando visitar escolas de forma surpresa, para intimidar professores, assim como vereadores e deputados do PSL fizeram no Rio de Janeiro.

Assim, como já aconteceu no colégio Pedro II no Rio, os comitês de luta contra o golpe se organizaram junto aos comitês de professores, junto à APEOESP, a ADUSP e a Corrente Educadores em Luta do PCO para ir enfrentar o MBL, esses inimigos do povo. A autodefesa contra essas ameaças é de suma importância neste momento, respondendo à altura para que a extrema-direita não avance contra as organizações operárias, camponesas, sindicais e etc.

Portanto, é de suma importância a presença de todos que possam se mobilizar até ao local para denunciar a extrema-direita e impedir esse ataque fascista contra a educação pública dos trabalhadores.

Segue o evento:

https://www.facebook.com/events/346686899454080/