Siga o DCO nas redes sociais

Trabalhadores a míngua
Bares e restaurantes na crise já começam demissões e aliciamentos
Devido a falta de intervenção estatal pequenos comércios começam a falir. E trabalhadores ficam desempregados, sem salário e a mercê da fome.
por-determinacao-da-prefeitura-comercio-amanheceu-fechado-hoje-em-sao-paulo-na-regiao-da-santa-ifigenia-nao-foi-diferente-1584721007491_v2_900x506
Trabalhadores a míngua
Bares e restaurantes na crise já começam demissões e aliciamentos
Devido a falta de intervenção estatal pequenos comércios começam a falir. E trabalhadores ficam desempregados, sem salário e a mercê da fome.
De portas fechadas e trabalhadores cada vez mais próximos da fome.
por-determinacao-da-prefeitura-comercio-amanheceu-fechado-hoje-em-sao-paulo-na-regiao-da-santa-ifigenia-nao-foi-diferente-1584721007491_v2_900x506
De portas fechadas e trabalhadores cada vez mais próximos da fome.

Da redação – Restaurantes e bares já começam a mandar para o olho da rua diversos trabalhadores, para evitar a falência iminente. Sem nenhuma intervenção para manter esses bares, restaurantes durante o estado de emergência em que ficam de portas fechadas. E muito menos para manter a subsistência dos trabalhadores desempregados ou muito próximos do desemprego.

O que também está ocorrendo são denúncias de aliciamento por parte dos patrões. Que coagem os trabalhadores a aceitarem menores salários para manter seus empregos.