Lucro dos bancos
Estando à frente da economia nacional representantes legítimos dos banqueiros internacionais e nacionais, o país é um verdadeiro paraíso dos bancos
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Palavra-Livre-bancos-lucros
Ilustração | Foto: Reprodução

Os lucros dos cinco maiores bancos no Brasil, em plena pandemia, demonstra que os banqueiros, mesmo em tempo de crise, através da política sanguessuga desses parasitas para com toda a população e dos trabalhadores bancários, sempre se beneficiam.

Os cinco maiores bancos no país, nos nove meses da crise da pandemia lucraram nada menos do que mais de R$ 53 bilhões, números esses que não estão contabilizados a rubrica de provisionamento para risco de créditos de liquidação duvidosa (PDDs) em que os banqueiros provisionavam em média 3% e, por conta da agudizarão da crise mundial do capitalismo passaram para 44,7%.

Somente os três maiores bancos privados Itaú, Bradesco e Santander lucraram juntos R$ 35,7 bi, sendo R$ 13,1 bilhões, R$ 12,7 bi e R$ 9,9 bi respectivamente, enquanto que o Banco do Brasil faturou R$ 10,2 bilhões e a Caixa Econômica R$ 7,5 bilhões.

Os banqueiros, um dos principais patrocinadores “nacionais”do golpe de Estado no pais, mesmo com toda a crise, em consequência da pandemia do coronavírus, lucram absurdos.

Enquanto isso a categoria bancária vem sofrendo o pão que o diabo amassou com demissão em massa (a CEF acaba de abrir mais um famigerado Plano de Demissão “Voluntária” que pretende jogar no olho da rua 7,2 mil trabalhadores), fechamento de milhares de agências e dependências administrativas, arrocho salarial, descomissionamento, etc.

Estando à frente da economia nacional representantes legítimos dos banqueiros internacionais e nacionais, o país é um verdadeiro paraíso dos bancos. Toda a política econômica está voltada para que os banqueiros não sejam atingidos pela crise com a política do governo golpista de favorecimento aos bancos. Todo o “sucesso” dos bancos no Brasil é decorrente dos bilhões de dólares que o governo repassa para os bancos no país. O êxito dos bancos não se deve obviamente à capacidade administrativa dos banqueiros, mas ao enorme repasse de recursos públicos através da dívida pública.

Para se ter uma idéia, no ano de 2020 o Banco Central entregou para os banqueiros R$ 325 bilhões relativos à dívida pública brasileira, isso representa mais de 40% da receita dos bancos, além disso logo no começo da pandemia os banqueiros forma agraciados pelo governo com R$ 1,2 trilhão do orçamento público Na prática o que acontece é que a população trabalha para sustentar os banqueiros e especuladores financeiros internacionais. Os dados mostram que os bancos são, na prática, instituições estatais, pois são sustentados pelo dinheiro público.

É sabido que o setor financeiro é conhecido pela sua infinita capacidade de ganhar dinheiro e tirar proveito das situações de crise. Os bancos vem registrando recordes de lucros ano após ano, mesmo com a economia parada e sem perspectivas de crescimento. Neste ano, com a pandemia travando toda atividade econômica os lucros dos bancos atinge níveis estratosféricos. Sempre com a ajuda dos seus amigos, os governos neoliberais.

Para os banqueiros a crise do coronavírus não é nada, a não ser mais outra oportunidade de mais uma rodada de jogatina, sem nenhum risco de perder.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas