PoderIdeias-JairBolsonaro-Bolsonaro-Almoco-Paiantella-Poder360-08mai2018-FotoSergioLima

A economia brasileira vai de mal a pior. Todo o mundo está vendo a redução das estimativas de crescimento econômico e que deve haver uma recessão agora na parte final do ano. Quem confirma tudo isso agora é o Itaú. A instituição financeira prevê queda do PIB.

O economista-chefe do banco Itaú, Mario Mesquita, afirmou na terça-feira (20) que as projeções sobre o desempenho no terceiro trimestre apontam queda do Produto Interno Bruto e os dados mostram um quadro de fraqueza na economia brasileira.

O banco acredita que o Brasil possa ter crescido 0,5% no segundo trimestre. O governo vai divulgar os dados oficiais no próximo dia 29 de agosto. Se o banco acertar a aposta, a economia terá acelerado em relação aos primeiros três meses, quando a PIB encolheu 0,2%.

Para este ano, o Itaú torce por um avanço de 0,8% do PIB e de 1,7% para 2020, mas no resto do mundo a situação também é difícil. Nos dois últimos anos, o PIB mundial cresceu 3,7% anualmente. Para este ano, a projeção do PIB mundial é de 3,2% e em 2020 cairá mais ainda, para 3%. O temor de uma recessão global fica evidente nas últimas semanas, quando as principais bolsas de valores mundiais recuaram e o dólar se fortaleceu. Essa situação é sempre um indicativo.

Até em função também do fortalecimento do dólar, a economia dos EUA pode crescer 2,2% este ano, mas cai a 1,5% no ano que vem, de acordo com Mesquita.