Demissões em massa
Entre 2013 e 2020, os bancos demitiram no Brasil 78,1 mil trabalhadores. Somente em outubro deste ano (2020) foram 5,6 mil demissões
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
bancos
Bancos estatais e privados | Foto: Reprodução

De acordo com levantamento feito pelo Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos), com base nos dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) do Ministério da Economia, publicado pela Folha de S. Paulo, os bancos extinguiram 78.155 postos de janeiro de 2013 a outubro de 2020.

O destaque foi para 2016, que encerrou com 20,6 mil desligamentos a mais do que contratações. Nos primeiros dez meses de 2020, o segmento conta com um saldo negativo de 8.086 vagas, sendo 13,7 mil contratados contra 21,8 mil desligados no período. O pior mês foi o de outubro que indicou que 6,8 mil postos de trabalho foram fechados e apenas 1,3 mil contratos, um saldo negativo de  5,6 mil demissões.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas