Oportunismo durante a crise
Sindicatos dos bancários denunciam metas abusivas e ameaças de demissão pelo banco Santander durante a pandemia.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
capa-dia-nacional-de-luta
Trabalhadores do Santander em protesto contra as ameaças de demissões. | Foto: Divulgação

Sindicatos dos bancários fizeram na terça feira (16) manifestações para denunciar as arbitrariedades do banco Santander que impõe aos funcionários metas impossíveis de serem alcançadas durante a pandemia  e com ameça de demissão para quem não as atingir.
“Temos que mostrar que, mesmo durante a pandemia, os funcionários estão sujeitos ao cumprimento de metas abusivas, que aumentam a cada dia. E quem não as cumpre é demitido”, disse Mario Maia , dirigente da Contraf-Cut  que é funcionário do banco. Mario lembrou, ainda, que o banco havia assumido o compromisso de não demissão durante a pandemia e que a cobrança de metas seria amenizada neste período. ” O Santander faz publicidade para tentar se fazer de bonzinho. Temos que mostrar que não é bem assim”.

Os capitalistas se aproveitam da situação de desemprego para explorar mais ainda os trabalhadores .

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas