Avançam as reformas
Nesta terça-feira, 3, o Senado aprovou projeto que permite o recebimento de depósitos voluntários remunerados das instituições financeiras pelo Banco Central.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
1438219963945
Edifício-sede do Banco Central do Brasil (Wilson Dias/Agência Brasil) | Reprodução

Nesta terça-feira, 3, o Senado aprovou projeto que permite o recebimento de depósitos voluntários remunerados das instituições financeiras pelo Banco Central (BC). O texto é de autoria do líder do PT, senador Rogério Carvalho (SE).

Segundo a senadora Katia Abreu (PP-TO), “esse texto é mais importante que a independência do Banco Central”.

Agora, o texto segue para análise da Câmara dos Deputados. Caso seja mantido, o texto permite que os bancos privados façam depósitos voluntários ao BC em troca de remuneração. Desta forma, haverá uma alternativa à operação compromissada, a qual exige comprometimento de recompra ou revenda, além de ser contabilizada na dívida pública, diferente do depósito voluntário.

Animado com o avanço do projeto, o líder do governo no Senado, Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE) disse: “nós precisamos sinalizar que o Senado vai retomar a agenda estruturante de reformas, para que o Brasil possa vencer essa grave crise econômica que nós estamos enfrentando.”

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas