Economia afunda
O presidente do Banco Central disse em evento virtual nesta terça-feira (11) que a queda do PIB brasileiro para o segundo semestre deve ser de 11%
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
O economista Roberto de Oliveira Campos Neto, indicado pela Presidência da República para o cargo de presidente do Banco Central, durante sabatina na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado.
Presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto. | Foto: Reprodução

Nesta terça-feira (11), o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, em um evento virtual promovido pela Abrainc, Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias, projetou uma queda de 11% do PIB, Produto Interno Bruto no Brasil para o segundo semestre em relação ao mesmo período do ano passado.

“Vai ser uma queda muito grande, vai ser nosso pior trimestre” informou o presidente do BC. Essa projeção negativa supera a estimativa feita pelo Ministério da Economia em 15 de julho de que a queda seria de 9,3%.

 

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas