HAMBURGUER_1
SHARE
COMANDO DE GREVE

Bancários realizaram ato em Brasília contra as demissões e a privatização do Banco do Brasil

Tempo de Leitura: < 1

Publicidade

Neste último dia 19 de janeiro ocorreu o dia nacional em defesa do Banco do Brasil e do funcionalismo. O ato organizado pela Central Única do Brasil e o Sindicato dos Bancários de Brasília foi realizado em frente ao Edifício BB, no Setor de Autarquias Norte. A principal pauta de mobilização foi o desmonte realizado pelo governo golpista desde o impeachment da presidenta Dilma Rousseff.

De acordo com um levantamento, nos últimos meses o Banco do Brasil cortou cerca de 9900 postos de trabalho em todo o país. Somente no primeiro trimestre de 2017, foram reduzidos 658 postos de trabalho. Os cortes foram consequências do Plano Extraordinário de Aposentadoria Incentivada, o PEAI. Ao todo, somente no ano passado foram fechadas 551 agências, mesmo o número de clientes tendo aumentado para 1,354 milhões.

Tomando como a base toda a categoria bancária nacional, o número de demissões chegou a casa de 34.518 em 2017.

A política de desmonte dos bancos públicos, de demissões e privatização é parte da política geral do golpe de estado. Os golpistas brasileiros são verdadeiros servos das máfias econômicas e políticas internacionais, as quais, tem como objetivo destruir todos os direitos de todos os trabalhadores e roubar a riqueza e o patrimônio público nacional para garantir seus lucros.

Contra essa política de rapinagem e de terra arrasada é necessário intensificar a mobilização contra o golpe de estado, organizando comitês de luta nos locais de trabalho, nos bancos, nas fábricas, bairros e escolas.

Populares na Rede
[wpp range="last24h" limit="3"]
NA COTV

Trótski: vida e obra | Curso completo (35ª Universidade de Férias do PCO)

1.5K Visualizações 12/06/2021 18:28

Watch Now

Send this to a friend