Bancários de Brasília em apoio à liberdade de Lula e pela sua candidatura a presidente da República

bancarios

Os trabalhadores bancários da Capital Federal e Cidades do Entorno se manifestaram, em assembleia, pela liberdade imediata do ex-presidente Lula por se tratar de um processo de caráter político realizada com base em uma condenação sem qualquer prova e antes do trânsito em julgado.

Além de preso político, os golpistas pretendem evitar a candidatura da maior liderança popular do País e que nas pesquisas de intenção de votos supera todos os outros candidatos juntos, mesmo estando preso e com o boicote de toda a imprensa golpista.

Neste sentido, a assembleia dos bancários de Brasília segue a deliberação da 27ª Conferência Nacional da Categoria, que reuniu mais de 600 delegados de todo o Brasil, em que definiu como eixos estratégicos da Campanha Nacional, além da defesa dos bancos públicos e das demais estatais, como a Petrobrás e Eletrobrás e a estatização do sistema financeiro, resoluções em defesa da democracia e da soberania nacional, pela liberdade de Lula, considerado preso político, e pelo direito de Lula ser candidato.

Se opõe à política da operação armada pelos golpistas que querem realizar eleições fraudulentas, sem a participação do candidato preferido pela maioria do povo trabalhador e fazer das eleições uma fraude total, servido apenas para referendar um novo carrasco que intensificará os ataques que estão destruindo a economia nacional e promovendo o maior retrocesso nas condições de vida do povo trabalhador de todos os tempos.

Liberdade para Lula

Todo apoio a candidatura de Lula

Lula presidente