Bancada da chacina: 42 Policiais Militares articulam candidaturas nas eleições

gentileza

Da redação – Em notícia divulgada hoje, a imprensa burguesa confirmou que 42 Policiais Militares paulistas pediram afastamento da corporação para disputar cargos de deputado estadual e federal nas eleições deste ano.

Como já noticiado anteriormente, está entre eles a cabo da Polícia Militar, Kátia da Silva Sastre, 42, que ficou conhecida por ter assassinado um assaltante em frente à escola da filha, em Suzano, região metropolitana de São Paulo.

Os mesmos não atuam mais na instituição desde o último dia 7 de julho, segundo portaria publicada no DOE (Diário Oficial do Estado). Vale ressaltar que a corporação assassina tem interesses específicos dentro da política, pois já há alguns militares na bancada do Congresso e os mesmos procuram aumentar a influência dentro das instituições.