Rumo a Curitiba dia 14, mutirões todas as quartas nas universidades
jco1070 capa
Rumo a Curitiba dia 14, mutirões todas as quartas nas universidades
jco1070 capa

Visando o ato nacional pela liberdade de Lula, que ocorrerá no próximo dia 14 de setembro em Curitiba, pela anulação de seus processos e da operação Lava Jato, o Partido da Causa Operária (PCO) iniciou nesta quarta (21) a realização de mutirões nas universidades de todo o país.

Os mutirões, que são realizados todos os domingos, completaram 2 meses de realização no último dia 20 e a partir desta semana ocorrerão, além dos já tradicionais domingos, todas as quartas para mobilizar um setor muito combativo da classe trabalhadora: a juventude.

A iniciativa ocorre num momento de aprofundamento da crise do governo golpista (conforme Vaza Jato e outras expressões das contradições internas de setores da burguesia) e da ampliação da campanha pela liberdade de Lula e por fora Bolsonaro. Polarização que pode ser comprovada em duas importantes atividades do movimento sindical ocorridas recentemente: o Congresso Nacional dos bancários do Banco do Brasil, (2) e a reunião Conselho Estadual de Representantes (CER) de um dos maiores sindicatos do país, a APEOESP (Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo), na última sexta (16). No primeiro, os bancários aprovaram como eixo de mobilização derrotar Bolsonaro nas ruas e defender a Liberdade de Lula. No segundo, os professores aprovaram, em seu Conselho Estadual de Representantes (CER), incluir em seu calendário de lutas do próximo período o ato nacional pela anulação dos processos da Lava Jato e pela liberdade de Lula, que ocorrerá no próximo dia 14 em Curitiba.

Por que participar dos mutirões?

Os mutirões de coleta de assinatura são uma atividade primordial para a luta pela liberdade do ex-presidente. Um trabalho de agitação política e conscientização da população, além de dar aos militantes de esquerda a experiência de ouvir as massas e entender qual o seu verdadeiro clamor.

Por meio dos mutirões, fica claro para aos militantes, principalmente do PCO, que a população quer a liberdade de Lula e exige a derrubada de Bolsonaro, um presidente absolutamente impopular, cujas medidas são entendidas perfeitamente pelo povo como um ataque a todos os seus direitos.

Para participar basta procurar o mutirão mais próximo ou, caso não haja um mutirão na região, entrar em contato e solicitar materiais para poder iniciar o trabalho de preparação para ocupar Curitiba dia 14 pela liberdade de Lula!

Nesta quarta os mutirões ocorreram em São Paulo na Uninove e na PUC e comprovaram o que os atos já vem expressando: s juventude em sua esmagadora maioria está pronta para derrubar o governo golpista. Veja como foi:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Atos regionais

Além dos mutirões, o PCO fará atos regionais pela liberdade de Lula para organizar as caravanas e a mobilização nas mais diversas regiões do país para o ato do dia 14 em Curitiba, onde Lula está preso há mais de um ano. O objetivo é reunir cerca de 3.000 pessoas em todas as regiões do Brasil, em 30 atos locais pelo país. Os atos serão realizados entre os dias 28 de agosto e 8 de setembro, nos seguintes locais:

Norte: No Norte o objetivo será reunir uma centena de pessoas. Os atos serão realizados em Palmas-TO e Belém-PA.

Nordeste: Nove cidades, com o objetivo de reunir em toda a região mil pessoas, somadas as cidades de Maceió-AL, Salvador e Porto Seguro-BA, Fortaleza e Juazeiro do Norte-CE, São Luiz-MA, Natal-RN, Teresina-PI e Recife-PE.

Centro-Oeste: Cinco atos, com o objetivo de reunir aproximadamente 500 pessoas. Em Brasília, em um acampamento da Frente Nacional de Lutas Campo e Cidade (FNL) no DF, em Goiânia-GO, em Campo Grande-MS e em Cuiabá-MT.

Sul: Cinco atos para reunir 500 pessoas. Obviamente, será realizado um ato na principal cidade, para onde estarão indo as caravanas, Curitiba-PR, bem como em Londrina-PR, Porto Alegre-RS, Florianópolis e Blumenau-SC.

Sudeste: Nove atos, para mobilizar mais de mil pessoas, somadas as cidades de: Belo Horizonte-MG, Rio de Janeiro e Volta Redonda-RJ, São Paulo, Embú das Artes, Campinas, Assis, Araraquara e São José do Rio Preto-SP.