Avança a ditadura do judiciário: justiça eleitoral vai abrir inquérito criminal para retirar Lula da propaganda de rua

confiscou

Da redação – A direita golpista continua a perseguição contra Lula, agora, através da Procuradoria Regional Eleitoral (PRE) e a Polícia Federal (PF) do Rio de Janeiro. A notícia vinda da imprensa burguesa, afirma que irá se instaurar uma perseguição nas ruas contra materiais de campanha que expuserem a imagem do ex-presidente.

Durante as últimas semanas foram confiscadas panfletos com imagem de Lula em diversos pontos com o argumento de o petista estar inelegível. O Procurador regional pediu à PF a instauração de um inquérito criminal para os casos, logo, as consequências serão bem mais profundas do que apenas retirar os materiais.

Porém, é preciso deixar claro que as ações arbitrárias começaram semanas atrás, quando militantes do PCO e PT foram abordados em um ato no centro da cidade por conta de suas bandeiras. O PCO, que não é um partido de eleições, sempre esteve no centro do Rio vendendo o Jornal Causa Operária (JCO), fazendo política junto aos trabalhadores, e, só agora, com o avanço ditatorial do golpe é que a verdadeira caça à esquerda começou.

Como este diário denunciou inúmeras vezes, está perseguição, que começou em 2005 com José Dirceu (PT), no Mensalão, passando por dirigentes do partido, derrubando Dilma Rousseff sem provas, e finalmente, prendendo Lula, iria chegar nas camadas baixas da sociedade.

É preciso denunciar amplamente e combater a ditadura do judiciário, o avanço dos militares dentro das instituições brasileiras e derrotar o golpe, libertando Lula com a força das ruas.