Consequência do golpe
Taxa de desemprego da juventude em PE chega a 18,8%, escancarando a crise permanente do capitalismo
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
unnamed (1) (1)
Jovens sem emprego | Foto: Reprodução

Um dos grandes problemas que permeiam o regime capitalista é o desemprego, algo que sem dúvida impacta o país e aprofunda a cada dia a crise do capitalismo. O percentual do desemprego cresce à cada dia, evidenciando cada vez mais que a política imposta pela direita golpista e bolsonarista é a política de ataque a população e principalmente os trabalhadores jovens em prol do benefício de grandes empresários e latifundiários.

Segundo os dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua Mensal (PNAD Contínua), divulgados na sexta-feira (27) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) no estado de Pernambuco, a taxa de desemprego atingiu 18,8% da população de 14 anos ou mais, tendo aumentado 3,8%, comparado ao trimestre passado.

Esse ano a taxa de desemprego entre os jovens este ano chegou a 34,1% entre jovens de 18 até 24 anos, dando destaque ao nordeste que possui o maior índice de desemprego entre a juventude. A taxa do último trimestre é 20,3% maior que a geral, que é 14,4%.

A burguesia incessantemente tenta acabar cada vez mais com os direitos trabalhistas da juventude a fim de explorá-la ao máximo. Um grande exemplo disso é a carteira verde e amarela, que de modo bastante claro, legaliza a exploração dos trabalhadores jovens por parte dos grandes empresários.

Os jovens –  juntamente com as mulheres – são o setor mais oprimido pelos capitalistas, que os utilizam como mão de obra barata principalmente pelo motivo da maioria não ser especializado, Algo que a burguesia usa de pretexto para impor aos jovens uma situação de quase escravidão, recebendo salários minúsculos, trabalhando em escalas desumanas, sem vale transporte, alimentação entre outros problemas. Tudo isso sem nenhuma estabilidade ou garantia no mercado de trabalho e correndo risco de demissão diariamente. 

A burguesia utiliza os trabalhadores jovens como uma força de trabalho dispensável, que pode ser mudada constantemente, colocando-os em condições de trabalho desumanas e realizando inúmeras barbáries apenas para maximizar os lucros em cima da exploração.

A alta taxa de desemprego da juventude é causada principalmente pela crise permanente do capitalismo que se agravou em decorrência da pandemia da COVID-19 e demonstra a total falência do regime neoliberal instalado no Brasil – com auxílio da burguesia nacional e do imperialismo norte-americano-, o próprio sistema econômico neoliberal em si já é uma expressão da decadência do capitalismo e do imperialismo. 

 É muito claro que a Bolsonaro, Guedes, Temer e toda essa corja golpista são alinhados com a burguesia e com o imperialismo, só servem para oprimir a classe operária – principalmente a parte mais jovem dela – cada vez mais e a cada dia minando seus direitos, o governo Bolsonaro é inimigo número um dos trabalhadores, dos jovens e das mulheres. 

É necessária uma ampla mobilização dos Trabalhadores e da juventude contra o regime neoliberal que foi implantado no país por via de um golpe de Estado depois do impeachment criminoso da presidenta eleita Dilma Rousseff. Apenas com uma mobilização popular de massas com as políticas fora Bolsonaro, eleições gerais já e liberdade para lula poderá derrubar o golpe e as medidas implantadas pela direita golpista.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas