Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
manifestação-pró-lula
|

O julgamento da última terça-feira (25) do habeas corpus de Lula mostrou, pela enésima vez, que o STF e nenhuma instituição farão algo para libertar o ex-presidente. Esse julgamento, que terminou 3 a 2 contra o HC, escancarou da maneira mais clara possível como o Judiciário suprimiu qualquer premissa legal e constitucional.

Se houvesse a mínima normalidade democrática no Brasil, seria concedido o habeas corpus pedido pela defesa do líder petista.

Caso o Brasil fosse hoje um país que respeitasse minimamente os direitos democráticos fundamentais do ser humano, Lula estaria solto, visto que não há nenhuma prova de algum crime que tenha cometido. Todos os processos contra ele, ainda mais após as revelações da fraude que é a Operação Lava Jato, já estariam sendo anulados. Porque Lula é um preso político, não há mais como esconder.

Mas o Brasil não é um país democrático e desde o golpe que derrubou Dilma Rousseff e prendeu Lula os golpistas simplesmente instauraram uma ditadura. Uma verdadeira ditadura, que se aprofundou com a eleição fraudulenta de Jair Bolsonaro.

Como, mais uma vez, o Judiciário provou que não tem a mínima intenção de libertar Lula, a única possibilidade de tirar o ex-presidente das masmorras de Curitiba é mobilizar o povo nas ruas.

Os trabalhadores, esses sim, estão dispostos a libertar Lula. E já demonstraram isso inúmeras vezes, inclusive em atos espontâneos sem o chamado das direções petistas, costumeiramente paralisadas quando se trata de mobilizar suas bases em ações concretas, nas ruas.

Nesse sentido, aproveitando a indignação popular com a prisão ilegal de Lula, elevada pelas revelações do Intercept, a esquerda e os movimentos populares devem ampliar as mobilizações pelo cancelamento de todos os processos contra o ex-presidente. Porque todos eles são fraudulentos, uma vez que a Lava Jato é uma operação de perseguição política, como comprovou-se.

O PCO convoca a todos para um grande ato nacional em Curitiba no dia 16 de agosto, para que os movimentos sociais organizem caravanas vindas de todo o Brasil que levem milhares de pessoas à capital paranaense para exigirem a liberdade de Lula e a anulação dos processos.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas