Professores estão doentes
Além dessa situação do fracasso da educação a distância, em muitos Estados há ameaça dos governos fascistas de forçarem a volta às aulas em meio ao pico da pandemia.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
melhor_curso_de_mba
Ensino à distância | Abracomex

Com a paralisação das aulas em todo o país por conta da pandemia do novo coronavírus, a direita aproveitou para impulsionar e tentar consolidar sua política de transferir as aulas presenciais para o ambiente virtual. Esse modelo além de se mostrar ineficaz, já que em primeiro lugar, boa parte dos estudantes não possuem computadores e ou/acesso a internet para acompanhar as aulas; tem aumentando a pressão sob professores para se adaptarem a essa nova realidade sem nenhum suporte ou preparo.

As aulas online impuseram sob toda a categoria de professores uma exigência de que da noite para o dia estes assumissem toda uma nova carga de trabalho com o preparo de aulas online, chamadas virtuais, passassem a atender os alunos de forma individual para tirar dúvidas quase 24 horas por dia. Toda essa pressão tem deixado muitos professores doentes, ansiosos e estressados.

Além dessa situação do fracasso da educação a distância, em muitos estados há ameaça dos governos fascistas de forçarem a volta às aulas em meio ao pico da pandemia, expondo toda a comunidade escolar à doença.

Outro problema é a situação dos alunos em relação a merenda, pois muitos estudantes tinham como alternativa a comida servida na escola, com o fechamento da mesma, devido a pandemia do Covid-19, os filhos dos trabalhadores sofrem ainda mais sem nenhuma, opção haja visto que os governos federal, municipal e estadual, não disponibilizaram nem mesmo as cestas básicas para todos os estudantes da escola pública.

Os professores e a comunidade escolar não podem esperar a “disputa de narrativa” e muito menos confiar nos governos direitistas e golpistas que querem expor toda a população ao contágio e à morte da população com a circulação milhares de pessoas que fazem parte da comunidade da escola pública. É preciso manter as escolas fechadas, abandonar as aulas EAD e dar cestas básicas para os estudantes.

Nesse sentido, é necessário organizar a comunidade escolar e a greve dos professores e dos estudantes para que juntos garantam a suspensão das aulas até o fim da pandemia, o pagamento dos salários de todos os professores, mesmo os eventuais, é preciso derrotar Bolsonaro.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas