Menu da Rede

Super salário não basta

Augusto Aras, concede gorda “gratificação” a procuradores do MPF

O procurador geral da República, Augusto Aras, anunciou portaria para conceder 1/3 de gratificação para boa parte dos procuradores federais, que passarão a ganhar R$ 44.800,00.

Tempo de Leitura: < 1

Augusto Aras e Bolsonaro. Privilégio para os seus e desemprego, doença e fome para o povo. – Foto por: reprodução.

Publicidade

O procurador geral da República, Augusto Aras escolhido por Bolsonaro, anunciou entre a cúpula dos procuradores federais, do Ministério Público Federal do qual é chefe, que assinou portaria concedendo uma “gratificação” por acúmulo de função, que vai aumentar em 1/3 o salário de R$ 33.600,00 (Trinta e três mil e seiscentos reais) dos procuradores passando a, pelo menos, R$ 44.800,00 (Quarenta e quatro mil e oitocentos reais), segundo informações do jornal golpista O Estado de S. Paulo.

A portaria que estaria pronta, mas ainda não foi publicada, abrangeria cerca de 70% dos procuradores do MP, sendo que já uma parcela que recebem a tal “gratificação”. A medida teria se chocado com interesses do Ministério da Economia com o projeto da “Reforma administrativa” que já está em discussão no Congresso Nacional.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Populares na Rede
[wpp range="last24h" limit="3"]
NA COTV

A Frente Popular na França, por Rui Costa Pimenta - Universidade Marxista nº 409

101 Visualizações 116 minutos Atrás

Watch Now

Send this to a friend