Há uns 17 anos, a imprensa burguesa fazia campanha e dava cartaz para o futebol empresa, como o futuro do futebol brasileiro, se alinhando ao que vinha ocorrendo na Europa. Uma das equipes que simbolizava o futebol empresa no Brasil era o Audax, com filiais em alguns estados como São Paulo e Rio de Janeiro. Com o propósito inicial de revelar jogadores e turbinados por investidores do grupo Pão de Açúcar, o Audax montou estrutura impressionante para a base, contando com Centro de Treinamento localizado no Morumbi, em São Paulo. O clube com dinheiro participou de todas as competições inferiores no Estado. Suas principais crias foram o volante Paulinho, atualmente no Barcelona e Tche Tche no Palmeiras. A estreia como time profissional aconteceu em 2007, em 2009, o time conseguiu acesso para a A-3. E em 2010 o  Audax já participava da série A-2, chegando à elite do futebol paulista em 2013. Mesmo com investimento milionário, foram muitas tentativas de tornar a marca popular, em vão.

Seguindo a linha de clube empresa, ou seja, buscar o lucro a qualquer preço, chegaram ao ápice em 2016, com o Audax chegando em segundo lugar no Campeonato Paulista, perdendo para o Santos na final. A própria crise capitalista atingiu o clube empresa, com os lucros em baixa, o Pão de Açucar vendeu o clube, que ficou após um acordo afiançado com o Grêmio Osasco.

O Audax teve seu rebaixamento decretado para a terceira divisão do futebol estadual somente dois anos depois, na conclusão da última rodada do Paulista da Série A2, neste sábado.

A equipe de Osasco após empate, por 2 a 2, com o Taubaté foi para a degola, já que além de precisar dos três pontos, o clube precisava contar com um tropeço do Água Santa, clube de fato popular de Diadema, o que não aconteceu.

Uma das causas do declínio, foram as fusões capitalistas dentro do esporte, a pequena torcida,  não se conformou do time ter se integrado ao Oeste para a disputa da Série B do Campeonato Brasileiro.  Nas seis últimas partidas, apenas quatro pontos, os quais foram conquistados com quatro empates. Ou seja, o Audax deixou a competição sem conquistar nenhuma vitória e o mais decepcionante, marcou apenas um gol.

Assim, o clube empresa Audax, faliu!