Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit

O dia nacional de mobilização em defesa da democracia e pelo direito do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ser candidato à Presidência da República, marcado para sábado (13), contou com atos em diversas cidades do país e também no exterior. Até o início da tarde deste sábado, o PT havia lançado 6 mil comitês populares por todo o país, segundo o ex-ministro da Saúde, Alexandre Padilha, em Londres, o ato foi no final da tarde de sábado, no centro da capital britânica.

Os atos são organizados pela Frente Brasil Popular, entidade que reúne movimentos populares, partidos políticos (PT, PCdoB e PCO) e centrais sindicais, Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), a União Nacional dos Estudantes (UNE) e a Central Única dos Trabalhadores (CUT).

Ao longo do dia (13) sábado, aconteceram em diversas localidades brasileiras, houve lançamento de comitês populares. Em São Paulo, nos municípios de Diadema, Ribeirão Preto, Rio Claro, Campinas e na capital. Já em Brasília, a concentração para o ato aconteceu na Feira da Região Administrativa de Ceilândia Cidade mais populosa do Distrito Federal. Outro movimento de apoio a Lula, foi organizado pela Frente Brasil Popular na cidade de Joinville, em Santa Catarina. Em Caxias do Sul e Porto Alegre (RS) a mobilização aconteceu nos Arcos da Redenção, no Parque Farroupilha, com presença da Presidente do Partido dos trabalhadores Gleisi Hoffmann,  Campina Grande (PB) Belo Horizonte (MG).

No Rio Janeiro, o ato foi também o início do carnaval de Blocos na Praça XV, região central da cidade, Em Fortaleza houve muito samba e apoio a Lula, na Praça do Carmo no centro da capital Cearense. Houve ainda no Rio de Janeiro, Ato Artistas e Intelectuais com Lula, no Teatro Oi Casa Grande no Bairro do Leblon na zona sul da capital Fluminense.

Também ocorreram manifestações em municípios de Estados do  Alagoas, Pará, Piauí, Maranhão, Rio Grande do Norte, Pernambuco, Amazonas, Paraná, Rondônia, Roraima, Sergipe, Goiânia, Tocantins e Mato Grosso do Sul.

Esses atos são a demonstração da imensa popularidade de Lula, é a rejeição que a população tem ao golpe e aos golpistas por trás da “Lava Jato”  que tentam incrimina-lo, a esquerda tem que demostrar sua força, de mobilização no dia 24 de Janeiro, deixando a capital do Rio Grande Sul, VERMELHA. Todos a Porto Alegre Contra a prisão e condenação de LULA.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas