Continuar a luta
A vontade de todos os militantes é a de enfrentar a ditadura dos golpistas e botar abaixo o governo Bolsonaro e tirar Lula da prisão
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
WhatsApp Image 2019-09-14 at 14.58.26
Militantes da luta contra o golpe se reuniram em Curitiba nesse sábado. Foto: DCO |

Nesse sábado (14), os militantes de partidos e organizações de esquerda que realmente querem lutar contra o golpe e a direita realizaram uma exitosa manifestação em Curitiba pela liberdade do ex-presidente Lula, mantido preso há 526 dias pela ditadura dos golpistas.

Ao longo de toda a semana, companheiros do Brasil inteiro fizeram um grande esforço de organização para mobilizar militantes e ativistas de esquerda em caravanas para a capital paranaense. De Brasília, três ônibus com mais de 100 pessoas saíram na noite de quinta e chegaram na noite de sexta-feira. Também houve caravanas do Nordeste, de Minas Gerais, do Rio de Janeiro e de São Paulo, por exemplo.

A maioria dos ônibus chegou na madrugada de sábado e já no início da manhã a militância estava montando os materiais, como barracas, banquinhas, bandeiras, palcos, confeccionando faixas e cartazes.

Ainda pela manhã, houve o tradicional “Bom dia, presidente Lula” na Vigília Lula Livre. Depois, no Parque Bacacheri o presidente do PCO, Rui Costa Pimenta, apresentou a Análise Política da Semana, o que foi seguido por um churrasco e apresentações musicais, dentre as quais a da banda Revolução Permanente, composta por militantes do Partido da Causa Operária.

Logo depois, o auge do ato foi a marcha para o prédio da Superintendência da Polícia Federal, por cerca de 1,5 km. Entretanto, a PM reprimiu e censurou o ato, ao impedir que o carro de som prosseguisse junto com a passeata. Mesmo assim, os manifestantes deram continuidade ao ato e chegaram até o local, onde encerraram o evento com um “Boa noite, presidente Lula”.

Durante todo o dia houve muitos discursos de companheiros da esquerda, incluindo os de militantes e dirigentes do PCO, que destacaram o fato de o ato ter sido uma mobilização de extrema importância para quebrar a paralisia de parte da esquerda, motivada por crenças eleitorais e institucionais.

O ato de ontem mostra o caminho a ser seguido pela população: o caminho de uma grande mobilização pela liberdade de Lula e pelo Fora Bolsonaro. Essa é a tendência do movimento popular, uma vez que o povo vem demonstrando em diversas oportunidades e de maneira mais radical que está farto do regime golpista e que quer fazer alguma coisa concreta para derrotá-lo.

Como destacou Rui Costa Pimenta em seu discurso durante a marcha, a vontade de todos os militantes é a de enfrentar a ditadura dos golpistas e botar abaixo o governo Bolsonaro, tirar Lula da prisão, anular as eleições fraudulentas de 2018 e convocar novas eleições gerais, com Lula candidato.

Essa jornada de hoje é o começo de uma grande etapa de lutas. Nós do PCO vamos sair às ruas em todas as capitais do país, vamos chamar o povo até que as ruas se encham de gente pelas nossas reivindicações.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas