Ato na Esplanada: Érika Kokay (PT) pede “Fora Bolsonaro” em ato contra fim do Ministério do Trabalho

kokay (2)

Da redação – Nesta terça-feira (18) foi realizado um ato pelo Sindsep-DF (Sindicato dos Servidores Públicos Federais no DF) em frente ao Ministério do Trabalho, localizado na Esplanada dos Ministério em Brasília, contra a extinção do órgão proposto pelo próximo governo.
O ato contou com a presença na mesa do Secretário-Geral da entidade, Oton Pereira, da deputada federal e presidenta do PT-DF, Érika Kokay, do deputado distrital Chico Vigilante (PT/DF), do secretário-geral da Condsef/Fenadsef, Sérgio Ronaldo, do secretário-geral da CUT-DF, Rodrigo Rodrigues e do advogado do Sindsep-DF, Dr. Ulisses Borges.
Estiveram presentes no ato os companheiros do PCO-DF, Expedito Mendonça, que também é diretor do Sindsep-DF e Ricardo Machado da direção nacional do PCO, diretor da CUT-DF e do Sindicato dos Bancários de Brasília, onde distribuíram o boletim da Corrente Sindical Nacional Causa Operária Servidores em Luta, para os presentes com a palavra de ordem “Não à extinção do Ministério do Trabalho! Fora Bolsonaro e todos os golpistas!”.


A deputada federal, Érika Kokay, salientou em seu discurso, que “mesmo com todas as deficiências, o Ministério do Trabalho fiscaliza e combate o trabalho escravo e infantil”. Exemplificou, através dos brutais assassinatos dos fiscais do trabalho na cidade de Unaí (MG), 150 km da capital federal, que o fatiamento do ministério é um ataque ao movimento sindical, e não apenas judicial, mas físico. No final do seu discurso, a companheira do PT chamou o “Fora Bolsonaro”, palavra de ordem de suma importância para o atual momento.
O secretário-geral da Condsef comparou a extinção feita pelos golpistas, com sacrificar o boi ao invés de acabar com os carrapatos, fazendo alusão aos dirigentes do órgão, como Paulino da Força, que roubam os recursos dos trabalhadores tais como o FAT golpista.

Assista parte da fala da presidenta do PT-DF, Érika Kokay:

Segue o boletim:

boletim1

Segue a nota convocatória do ato:

“Sindsep-DF realiza ato em defesa ao Ministério do Trabalho

O governo eleito quer extinguir esse ministério tão importante para o povo. Isso é inadmissível! O Ministério do Trabalho presta um serviço fundamental à classe trabalhadora brasileira: é ele que garante que o patrão cumpra a lei; fiscaliza a exploração do trabalhador, evita práticas análogas à escravidão; garante que o empregador recolha o FGTS, PIS, PASEP; obriga o patrão a pagar nossas férias e 13° salário; garante o seguro desemprego.

Portanto, defender o Ministério Trabalho é defender nossos direitos! Participe de ato nesta terça-feira, ao meio-dia, em frente à portaria principal do Ministério do Trabalho.

Participarão do ato a deputada federal Érika Kokay (PT/DF), o deputado distrital Chico Vigilante (PT/DF), o secretário-geral da Condsef/Fenadsef, Sérgio Ronaldo, o advogado do Sindsep-DF, Dr. Ulisses Borges, o secretário-geral da CUT, Rodrigo Rodrigues, e Guilherme Guimarães Feliciano (a confirmar), presidente da Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho (Anamatra).
Fonte: Imprensa Sindsep-DF”