Menu da Rede

Adquira o Jornal Causa Operária 1.172!

Fora infiltrados do PSDB

Ato em SP expulsa a direita golpista e enfrenta a polícia

No ato deste sábado em São Paulo, a direita procurou se infiltrar, mas encontrou resistência dos setores mais combativos da esquerda

Milhares de pessoas encheram novamente a Avenida Paulista – Foto: Elineudo Meira

Neste dia 3 de julho, ocorreu, conforme marcado pelas frentes da esquerda, manifestações em diversas cidades do país. As manifestações em todos os locais foram visivelmente menores do que as anteriores, do dia 19 de junho, além de ocorrerem em menos cidades. A manifestação de São Paulo, no entanto, foi bastante grande e, apesar de não ser possível ainda fazer uma avaliação mais concreta sobre o seu tamanho, há algumas observações que se pode fazer sobre o ato.

Primeiramente, foi notória a tentativa vergonhosa da esquerda pequeno-burguesa de infiltrar dentro do ato elementos da direita, que foram duramente vaiados e até expulsos do ato pelos militantes do Partido da Causa Operária e outros setores mais combativos. No carro de som, figuras de partidos como Rede, PDT e também da Força Sindical, foram vaiadas e ridicularizadas pelos presentes, que não permitiram que esses fizessem suas falas.

No entanto, foi perceptível um aumento no número de elementos ligados à CUT e ao movimento sindical, o que dá um indicativo de que há uma tendência – caso os atos não sejam desmanchados pelas trapalhadas das direções estilo “Centro Acadêmico” – da classe trabalhadora se juntar às manifestações.

A concentração do ato começou às 15h na Avenida Paulista, com a presença de milhares de pessoas no entorno do carro de som ao lado da sempre muito frequentada banca do PCO, com a venda de exemplares do Jornal Causa Operária, materiais da Loja e a distribuição de adesivos, panfletos, e outros materiais, que sempre são muito disputados pelos presentes na manifestação.

Interviram no ato pessoas de diversas organizações, com um destaque para a intervenção do companheiro Antônio Carlos, que chamou a atenção para a infiltração de elementos da direita na manifestação, cuja presença tem o potencial de aniquilar o movimento e deve ser combatida. O companheiro falou: “Na revista Veja, do golpe militar, que ajudou a derrubar a Dilma e prender Lula, estampou lá que estava vindo hoje os assassinos do povo de São Paulo, os assassinos dos jovens de Paraisópolis, os repressores da greve dos professores, os inimigos da nossa mobilização, os pais de Bolsonaro, que o PSDB ia vim pra cá hoje”, denunciando a presença dos tucanos no ato.

Posteriormente, os militantes do PCO e outros companheiros, após serem provocados pelos bate-pau financiados pelo PSDB para se infiltrarem na manifestação, conseguiram expulsá-los, lavando a alma de todos os presentes no ato, que estavam visivelmente incomodados com a presença deste setor que é dos mais odiados do país e cuja atuação no golpe de estado foi fundamental para a subida ao poder de Jair Bolsonaro.

Após esse momento da concentração, o ato saiu em passeata em direção à rua da Consolação, para fazer o usual trajeto até a Praça Roosevelt. No caminho, alguns manifestantes entraram em conflito com a Polícia Militar assassina de João Doria (do PSDB), os quais foram confrontados pelos manifestantes, que reagiram à repressão criminosa.

https://www.facebook.com/diariocausaoperaria/posts/4534634989881044?__cft__[0]=AZVm_k1dZnjUyJPSXGncSV-Jq_LceWJ8LMI-zyyxIVycy3SiHeHbMsFsHCkftKChmrHafGRm-7kF-IkR2DPXsNInWloRWqgPe_26PIvDz2j6oCDH_GiMpxqUDLCATaVykgkf_cHRYDeGzz5i5w9ie0Ps_-IECLZalg_RmrBZzJQyKcoCICEWEZg8laOdElWwRz8&__tn__=%2CO%2CP-R

O ato foi um sucesso graças à atuação desse setor mais combativo do movimento, representado pelo Partido da Causa Operária e outros setores da esquerda. No entanto, é preciso ficar atento para impedir essa infiltração criminosa da direita no movimento. É fundamental que se democratize a direção dos atos com a chamada para plenárias municipais, a fim de coordenar os próximos atos.

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

SitesPrincipais
24h a serviço dos trabalhadores
O jornal da classe operária
Sites Especiais
Blogues
Movimentos
Acabar com a escravidão de fato, não só em palavras
Cultura

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.