Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit

Foi convocado pelo Partido dos Trabalhadores, em resposta à pressão de sua base e do próprio povo, um ato no dia 26 contra a prisão de Lula. É uma atividade mais que necessária e que, a partir de agora, necessita de toda a atenção e convocação de todas as organizações populares que estão na luta contra o golpe.

O ato precisa ser massivo, com a presença de dezenas de milhares de pessoas, nos mais variados locais, e, de acordo com a convocatória, nas principais cidades brasileiras. Além dos atos, também haverá uma vigília no dia do julgamento dos embargos no TRF-4 em Porto Alegre.

Conforme já foi feito em outras atividades e atos de luta contra o golpe de Estado, é preciso que a convocação do ato seja feita desde já, com panfletos e carros de som circulando as principais capitais. E não só.

É preciso ir às fábricas, escolas, bairros e comunidades operárias para fazer uma ampla campanha de agitação, pois são destes locais que deve sair e se organizar a resistência contra a prisão de Lula e contra o golpe de Estado.

O caso da vereadora morta por motivos políticos, Marielle Franco, do Psol, reforça a necessidade de lutar contra a direita golpista, contra as instituições da direita e a intervenção militar. A prisão de Lula é parte desse mesmo pacote do golpe, e é preciso impedir mais esse ataque do regime golpista.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas