Atentado neonazista mata líder da República Popular de Donetsk com explosão em restaurante

ucrania

Da redação – O líder da República Popular de Donetsk (RPD), Aleksandr Zakharchenko, foi morto após um atentado à bomba nesta sexta-feira, 31, em um restaurante chamado Separ em Donetsk. O ministro de Rendas e Contribuições, Aleksandr Timofeev ficou ferido, segundo as fontes do sítio Sputnik que conseguiram se comunicar com representantes da força de segurança da RPD. A informação foi confirmada também pela Agência de Notícias de Donetsk, denunciando a ação terrorista.

A Ucrânia sofreu um golpe organizado por milícias neonazistas, sendo assim, a região fronteiriça pode se transformar num barril de pólvora com a Rússia, pois o presidente Putin vem articulando seu governo para revidar os ataques fascistas, principalmente na Crimeia. Neste sentido, as Relações Exteriores da Rússia, declararam oficialmente que o assassinato de Zakharchenko foi resultado de atentado terrorista e destacaram que as condições demonstram que Kiev está por trás do mesmo.