Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit

Já são mais de 15 universidades que irão ter a disciplina que discorrerá sobre o golpe de Estado de 2016. Após ser anunciada a disciplina, que a priori será ministrada na Universidade de Brasília (UnB), houve uma grande onda de universidades também a adquirindo, logo depois que o Ministro da Educação, Mendonça Filho, fez sua investida para censurar a disciplina, atacando diretamente a autonomia das universidades e a liberdade de cátedra dos docentes.

A Universidade Estadual de Maringá (UEM) foi a mais recente a anunciar que também irá oferecer a disciplina contra o golpe na universidade, para contra gosto do “Mussolini de Maringá”, o juiz golpista, Sergio Moro, sua cidade se integra ao grupos das diversas instituições que ministraram a disciplina em seus respectivos cursos. Já se espera que o juiz golpista se junte e faça coro com o ministro da educação no que diz respeito a censurar e proibir que a disciplina seja dada.

Os golpistas não conseguem suportar o fato que esse é momento em que sua impopularidade atinge níveis extremos, o aprofundamento do golpe demonstra isso, deixando bem claro qual o cenário que está colocado. O frontal ataque contra as universidades é escancarado, o sucateamento da educação pública se agrava a cada dia, a política de destruição aplicada por eles coloca a comunidade estudantil majoritariamente contra o golpe, sendo ele o propulsor de todos esses ataques indiscriminados.

É preciso lutar de conjunto contra o golpe e seu aprofundamento em um golpe militar que se avizinha, o mesmo que irá atacar monstruosamente as universidades, local onde há grande resistência. A autonomia das universidades não deve ser violada e muito menos o direito a liberdade de cátedra dos professores universitários, por uma universidade onde se defenda os interesses do povo e não da burguesia. Abaixo a censura! Pela liberdade de cátedra!

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas