Respondendo aos abutres, Lula diz que quem não quer que ele seja candidato são seus “concorrentes”

mkjgh

Em carta destinada a senadora Gleisi Hoffmann, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que é preso político há 34 dias sob o regime golpista, reafirmou a manutenção de sua candidatura a presidência. Lula discorreu na carta precisamente sobre o que significa a candidatura de outros candidatos, que segundo o próprio ex-presidente são seus concorrentes quando se opõem à sua candidatura, ou seja, são os que capitularam diante do golpe e que não lutam por sua liberdade.

Assim como dito por Lula na carta, aqueles que estão lançando candidaturas em meio ao aprofundamento do golpe diante de sua prisão arbitrária, são seus concorrentes. Os mesmo candidatos que falam da unidade da esquerda diante da prisão de Lula, são os mesmos que estão lançando suas candidaturas individualmente e consequentemente estão virando a página do golpe indo direitamente às eleições acima da candidatura do ex-presidente que é o único capaz de fazer frente aos golpistas verdadeiramente.

Não há apoio, união e ou chapa que irá derrotar o golpe que não seja em apoio a própria candidatura de Lula, qualquer outra política que se colocar diferente dessa, se caracteriza como oportunista. Lançar candidatura a presidência e desejar a Lula que a justiça seja feita, representa o maior cretinismo eleitoral e capitulador do golpe de Estado, assim como vem sendo feito pelos candidatos abutres.

Além de demonstrar que todos aqueles que estão se colocando na disputa são grandes aproveitadores do espólio de Lula, mais do que isso, ficou claro que a luta contra o golpe não ficou em segundo plano para os abutres, mas sim totalmente soterrada diante do oportunismo eleitoral, que por conseguinte referenda o golpe ao não se colocarem ao lado de uma política séria de derrota do mesmo.

Carta de Lula a Gleisi:

“Querida Gleisi,

Estou acompanhando na imprensa o debate da minha candidatura, ou Plano B ou apoiar outro candidato.
Sei quanto você está sendo atacada. Por isso resolvi dar uma declaração sobre o assunto.
Quem quer que eu não seja candidato eu sei, inclusive, as razões políticas, pois são concorrentes. Outros acham que fui condenado em 2a. instância, então sou culpado e estou no limbo da Lei da Ficha Suja.
Os meus acusadores sabem que sou inocente. Procuradores, juiz,TRF-4, eu sou inocente. Os meus advogados sabem que eu sou inocente. A maioria do povo sabe que eu sou inocente.
Se eu aceitar a ideia de não ser candidato, estarei assumindo que cometi um crime.
Não cometi nenhum crime.
Por isso sou candidato até que a verdade apareça e que a mídia, juízes e procuradores mostrem o crime que cometi ou parem de mentir.
O povo merece respeito. O povo tem que ter seus direitos e uma vida digna.
Por isso queremos uma sociedade sem privilégios para ninguém, mas com direitos para todos.

Lula”