Imprensa operária
A defesa da imprensa operária é uma das atividades mais importantes em tempos de golpe de Estado
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Registro de uma das atividades do PCO | Foto: Reprodução

No último final de semana, o Diário Causa Operária (DCO) foi alvo de um ataque hacker, uma prática criminosa, para destruir milhares de artigos deste diário, além de outros danos, como ferramentas internas do site. 

É como se o antigo Dops (Departamento de Ordem Política e Social), por exemplo, entrasse na sede de um jornal de esquerda e destruísse as máquinas, tocasse fogo nos jornais etc. Está claro que o que houve com o site da imprensa digital do PCO é um típico ataque direitista.

A direita é quem agride seus adversários de maneira covarde, quase sempre utilizando os órgãos oficiais de repressão. Mas não é só: a direita ataca setores oprimidos por meios extra-oficiais, como as milícias fascistas e outros mecanismos fora da lei.

Por outro lado, não é de hoje que a imprensa revolucionária provoca a ira dos agentes do regime. Também por isso a sua perseguição sistemática, pois se trata da voz daqueles que não têm voz; a manifestação política das pessoas que não possuem espaço algum na imprensa golpista, na imprensa da burguesia, essa, sim, incólume ao longo dos tempos.

Em tempos de golpe de Estado, quando a direita tomou o poder de assalto, é relativamente normal que outras pessoas e organizações sejam acionadas para manter o regime dos golpistas. E essa manutenção envolve, naturalmente, a perseguição à imprensa de esquerda.

Isso é natural. Finalmente, para deixar a imprensa burguesa mentir aos quatro ventos, todos os dias, é preciso que a imprensa da esquerda seja estrangulada. Essa foi uma das principais medidas da ditadura militar brasileira, e de todas as ditaduras fascistas do mundo: calar a voz do povo. 

Em tempos assim, de polarização política, os ataques como esse sofrido pelo DCO tendem a se alastrar no meio de toda a esquerda. É preciso uma ampla campanha em defesa da imprensa operária, contra os tubarões da imprensa capitalista e seus lacaios, que atuam dentro e fora do Estado. 

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas