Siga o DCO nas redes sociais

Assim como os estudantes de SP fizeram nessa quinta, multiplicar os atos contra Bolsonaro!
manifestacao1-1280x720
Assim como os estudantes de SP fizeram nessa quinta, multiplicar os atos contra Bolsonaro!
manifestacao1-1280x720

Nesta última quinta-feira, 23, os estudantes de São paulo saíram às ruas na capital paulista em mais um ato contra o governo golpista de Bolsonaro.

Apesar de pequena, a mobilização é fundamental neste momento para manter e impulsionar a tendencia de luta que existe na atual etapa política no país. Isto ficou expresso no último dia 15, quando não apenas os estudantes, mas também os professores, os movimentos populares, os partidos e as organizações sindicais da classe trabalhadora saíram às ruas de todo o país em atos e manifestações claramente políticas, as quais exigiam a queda do governo Bolsonaro.

As mobilizações devem ser impulsionadas nos próximos dias. É preciso multiplicar os atos em todo o país, contra o governo ilegítimo da extrema-direita. No dia 30 há uma mobilização nacional convocada pela União Nacional dos Estudantes, a UNE, e já conta com o apoio da Central Única dos Trabalhadores, a CUT.

É preciso que as demais organizações operárias e populares apoiem está mobilização e façam um chamado a toda a população para ocupar as ruas no próximo dia 30. Este ato é uma preparação fundamental para o dia 14 de junho, quando está convocada a greve geral de toda a classe trabalhadora.

Em todas as mobilizações, no dia 30 e no dia 14 de junho, é necessário apontar uma perspectiva política para as manifestações. Diante da falência e da crise da direita golpista, de Bolsonaro e sua corja, é necessário que a esquerda, os trabalhadores, a juventude, intervenham e apontem uma saída à esquerda para a situação política atual. É necessário levantar as palavras de ordem de Fora Bolsonaro! Eleições Gerais! Liberdade para Lula! Lula candidato!