Assembleia da ONU: Imperialismo ataca o Irã, que reage à altura

trump-rohani

Está acontecendo neste momento a Assembleia Geral da Organização das nações Unidas (ONU). O presidente norte-americano, Donald Trump, demonstrou a ferocidade cínica do imperialismo norte-americano. O presidente do país controlado por banqueiros, onde as eleições são controladas por dois partidos que divergem apenas em questões superficiais, chamou o Irã de “ditadura corrupta”.

Segundo Trump, “os líderes do Irã semeiam o caos, a morte e a destruição”, e “eles não respeitam os vizinhos, fronteiras ou os direitos de soberania das nações”, disse o líder do país que promove diversas guerras pelo globo terrestres e também o único que jogou bombas atômicas em cima de seres humanos.

Já Hassan Rohani, líder do Irã, país que está sofrendo sanções econômicas por parte do imperialismo norte-americano, reagiu dizendo que “a administração atual [dos EUA], parecem determinados a tornar ineficazes todas as instituições internacionais”.

Ainda mais questionou um acordo com os Estados Unidos dizendo: “Começar um diálogo passa por acabar com as ameaças e sanções injustas que nega os princípios da ética e da lei internacional.”