Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit

Após o assassinato da Vereadora do PSOL, Marielle Franco, a página do PSOL no Facebook começou a sofrer uma onda de ataques de setores de direita e extrema direita que acusam Marielle Franco, de agir “em defesa de bandidos” chegando ao absurdo de alegar em  vários posts com um tom de deboche com intenção de humilhar os ativistas e à memória de Marielle.

Alguns dos comentários direitistas:  “Que o PSOL pare de passar a mão na cabeça de marginal”, “O PSOL só está colhendo o que planta todos os dias”, “Quem procura acha! Que os assassinos da vereadora do PSOL sejam tratados com dignidade e respeito!”,  “Acho que os assassinos merecem uma segunda, e até terceira chance!”.

Esses ataques, que já ocorreram em outros momentos, como na morte de Marisa, esposa do ex-presidente Lula, mostram que a política de conciliar com estes setores não tem espaço, este setores tem ser enfrentados pela força da mobilização, um exemplo foi o ato dos praticamente 100 mil servidores em São Paulo, que calaram os porta vozes da extrema direita, como Fernando Holiday, na última quinta feira. Não há debate com a extrema direita, eles só entendem e se sujeitam a linguagem da força das mobilizações populares.

Ao contrário de conciliar com esses setores, até porque a direita não concilia, ela mata, é necessário estimular e impor as forças das massas e colocar para correr esses bandos fascistas.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas