Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit

Além da praga da leishmaniose, tema já abordado pelo Diário da Causa Operária, outra grave doença assola o estado de São Paulo. Semelhante à história das sete pragas do Apocalipse, o governo tucano manda pragas que tornam a vida no mais importante estado do Brasil ainda mais difícil. A praga da qual falaremos agora é febre amarela.

Segundo a Secretaria Estadual da Saúde ocorreram mais 17 mortes por febre amarela no estado. Do dia 16 de fevereiro até o último dia 23 o número passou de 202 casos e 76 mortes para 246 casos e 93 mortes. Na capital, foram cinco casos e três mortes. Dados do próprio governo tucano.

Tal é o retrato da destruição causada pelos governos do PSDB, visto que tragédias como essa não ocorrem por acaso, mas tem um motivo óbvio: o corte de verbas em infra-estrutura, saúde etc, corte esse que é sentido na pele pelo povo.

Diante disso, a afirmativa de Geraldo Alckmin de que gostaria de fazer com o Brasil o que fez com São Paulo deve ser vista por todos os brasileiros como uma grave ameaça, que só poderia ser proferida por um golpista da pior espécie e que, como tal deve ser visto.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas