Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
PoderIdeias-JairBolsonaro-Bolsonaro-Almoco-Paiantella-Poder360-08mai2018-FotoSergioLima
|

As eleições brasileiras de 2018 estão se revelando como uma das mais fraudadas da história. A burguesia utilizou-se da censura, da repressão, da mentira e da alteração das urnas para conseguir os resultados mais desfavoráveis para esquerda, em eleições, desde o fim da ditadura militar.

As pesquisas são uma das principais maneiras de justificar a fraude eleitoral. A burguesia, por meio de seus institutos de pesquisa, comprados pelos capitalistas para favorecer seus interesses, “cria” uma realidade de mentira para não gerar surpresas na hora do resultado final.

Isso ficou revelado nas diversas pesquisas que saíram ontem (27/10), no dia antes das eleições, em que ficou claro a farsa preparada pelos golpistas para colocar o candidato de extrema-direita Jair Messias Bolsonaro na presidência da república.

O instituto de pesquisa da Folha de São Paulo, um dos principais jornais que defendem o interesse dos golpistas, o DataFolha, revelou uma pesquisa onde Bolsonaro ganha do candidato do PT, Fernando Haddad, de 55% a 45% – 10% de diferença. Um resultado claramente mentiroso, tendo em vista a grande rejeição que a população tem pelo candidato do golpe; fato que ficou demonstrado pelas declarações das torcidas organizadas, que refletem a opinião de uma grande parte da classe operária e dos setores populares.

Sem falar também nos atos esvaziados a favor de Bolsonaro e no fato de que ficou comprovado que o “grande apoio” do candidato direitista nas redes sociais (que a burguesia apresenta como sendo definitivo) é, em sua maioria, um apoio artificial, feito por robôs e com uma grande estrutura financiada pelos capitalistas, ao estilo da campanha de Donald Trump nos Estados Unidos.

Já no instituto de pesquisa do 247, da esquerda, aponta um empate de 50% entre os dois candidatos. Mesmo assim, é preciso dizer que a pesquisa do Vox 247 também é distorcida, pois diversos fatores definidos como padrão, pela burguesia, para fazer uma pesquisa distorcem a realidade de fato. Porém, de qualquer forma, são pesquisas muito mais confiáveis que as feitas pelo imperialismo.

De qualquer forma, todas as pesquisas dos golpistas estão apontando uma vitória, apertada de Bolsonaro. Resultado este que favorece a vitória do golpe nas eleições, ao mesmo tempo em que criam um clima para enfraquecer o futuro governo federal do político do PSL, no momento em que o imperialismo (como revelou o The Economist, jornal dos banqueiros especuladores) já está fazendo campanha para uma união “democrática” contra Bolsonaro, como um forma de unir a esquerda e os golpistas “democráticos” e acabar com a luta contra o golpe polarizada.

As eleições fraudadas pelos golpistas, em que o principal candidato da população, Luiz Inácio Lula da Silva, foi retirado das eleições, irão favorecer os interesses daqueles que colocaram Temer na presidência para atacar os direitos da população e aumentar a repressão e a censura contra todos os trabalhadores e suas organizações.

Por isso, não se deve apresentar o futuro governo como legítimo, e é preciso começar a campanha contra ele desde já, através das palavras de ordem “Fora Bolsonaro e todos os golpistas” e “Liberdade para Lula e todos os presos políticos˜. Abaixo o Golpe!

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas